MINAS

Pesquisa aponta nível de vulnerabilidade em Viçosa no combate à pandemia

Índice de risco do município é maior que o do ano passado e considera, entre outros aspectos, a estrutura do sistema de saúde


Publicado em: 12/10/2021 às 21:19hs

Pesquisa aponta nível de vulnerabilidade em Viçosa no combate à pandemia
Foto: reprodução/IVM

Municípios brasileiros, incluindo Viçosa, foram classificados de acordo com o grau de vulnerabilidade em relação aos efeitos da pandemia de Covid-19. A pesquisa foi realizada pelo segundo ano consecutivo pelo Instituto Votorantim. O Índice de Vulnerabilidade dos Municípios (IVM) é composto por 14 indicadores distribuídos em 6 pilares temáticos, que abrangem temas relacionados a: população vulnerável, economia local, estrutura e organização do sistema de saúde, capacidade fiscal da administração pública e capacidade de resposta à crise da Covid-19.

As informações são coletadas em diversas bases oficiais de dados e a nota final varia entre 0 e 100 pontos, sendo que, quanto maior o valor, mais vulnerável e suscetível o município está com relação aos impactos da pandemia.

Viçosa aparece no ranking com nota final do IVM 2021 de 50,55, com médio risco de vulnerabilidade. O indicador que mais apresentou risco é o relacionado à economia local, com nota de 81,61. Este item considera o total da população com emprego formal e o salário médio. A estrutura do sistema de saúde (73,60), também foi apontada como fator para o grau de risco.

O indicador que tem mais peso na nota final do IVM é o da população vulnerável (55,90), que leva em conta dados da população inscrita no Cadastro Único (CadÚnico) e a proporção da população idosa, mais propensa a ser contaminada de forma mais grave pelo coronavírus.

Entretanto, o IVM de Viçosa apresentou números positivos no que se refere à eficácia das ações de enfrentamento à pandemia, dado, principalmente, pelo baixo número de óbitos em comparação com outros municípios do mesmo porte. O desempenho de Viçosa, de acordo com a pesquisa, é superior ao de capitais como Belo Horizonte e São Paulo.

O ranking nacional é composto por 5.570 municípios. O melhor índice de Minas Gerais é o de Confins, na região metropolitana, com 33,06. Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, aparece como a cidade que possui o menor índice de vulnerabilidade do país, com 29,48. A pesquisa completa poder ser conferida AQUI.

MICRORREGIÃO

Em uma lista de 20 municípios vinculados à microrregião de Viçosa pelo IVM, Araponga é o que apresenta o menor índice de vulnerabilidade, com 46,25. Paula Cândido (49,28), Canaã (50,32) e Cajuri (50,34) aparecem na sequência. Entre os piores resultados, destaque para Cipotênea (59,92), Alto Rio Doce (57,49), Presidente Bernardes (57,15) e Teixeiras (56,32).