Jornal Folha da Mata - Viçosa / MG

Área do Usuário Assinar Cadastrar Entrar
Sinfup aprova proposta de 5,56% de aumento para servidores da PMV

Na manhã da última sexta-feira, 11, o Sinfup (Sindicato dos Funcionários da Prefeitura de Viçosa) realizou assembleia geral ordinária para discutir o reajuste salarial e implantação do vale alimentação dos servidores municipais.

Na abertura da assembleia, psicóloga Eliane Messias, convidada do Sindicato, fez palestra abordando o tema “O poder da ação”. Em seguida, o vereador Idelmino Ronivon (PCdoB), outro convidado do Sinfup, lembrou aos servidores que ao analisarem as propostas de reajuste apresentadas pelo Executivo, ficassem atentos ao fato de que as gratificações salariais não incorporadas nos seus salários para efeitos de aposentadoria. E sugeriu que a proposta ideal seria o reajuste de acordo com os índices do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) para todos os servidores, além do vale alimentação para todos aqueles que ganham salário menor que R$ 2.000. Mas comprometeu-se a defender, na Câmara de Vereadores, aquilo que for definido pelos servidores.

A seguir, a presidente em exercício do Sindicato, Maria Aparecida de Paiva Torres, fez a leitura das duas propostas de reajuste salarial apresentadas pelo Executivo: a proposta 1, reajuste salarial de 5,56% para todas as categorias dos servidores, exceto para os cargos do magistério em função do piso salário nacional; e proposta 2, reajuste salarial de 3,5% para todos os servidores municipais, exceto para cargos do magistério e a implantação de auxílio alimentação no valor de R$ 150 para todos os servidores cuja remuneração no mês vigente não tenha ultrapassado o valor de R$ 2.000 e que estejam em exercício em órgãos da administração direta.

Os servidores presentes na Assembleia tiveram um espaço para debater o assunto. O servidor Amilton Martins Vilar fez considerações sobre as propostas e disse que o momento exige a união de todos os servidores, para evitar que as perdas salariais que vêm ocorrendo. O servidor Paulo, avaliando as duas propostas, do Executivo, disse “que é uma situação complicada quando se fala de valor e afirmou que o valor de R$ 150 faz diferença para quem ganha pouco. Após o enceramento da Tribuna, a presidente em exercício, Maria Aparecida, pediu a imparcialidade do Sindicato na análise das propostas de reajuste apresentadas.

Colocada em votação da assembleia, a proposta 1 recebeu 189 votos e de número 2 recebeu 166 votos.

Uma vez aprovado pelo servidores, o reajuste é transformado em projeto de lei do Executivo, que será submetido à apreciação da Câmara de Vereadores para a sua aprovação final.

Nota da Redação

A matéria acima, publicada na edição impressa de ontem da Folha da Mata, saiu com um erro. Nela foi informado que o Superintendente de Gestão Pública e Governança do município, Luciano Piovesan, esteve presente na assembleia realizada pelo Sindicato dos Funcionários Públicos da Prefeitura (Sinfup), para discutir e votar as propostas de reajuste dos servidores, encaminhadas pelo Executivo para apreciação do Sindicato. Na verdade, o Superintendente não pôde comparecer e justificou sua ausência, segundo o Sindicato.

Na capa

Outro erro relativo à mesma matéria saiu na chamada de capa da edição, que incluiu parte da segunda proposta (vale alimentação de R$ 150), discutida e recusada, na proposta de número um, aprovada, da qual não consta nenhuma oferta de vale alimentação, ao contrário do que foi equivocadamente informado pelo jornal. .
A matéria acima, corrigida, é a correta.

Autor: Folha da Mata

Leia outras notícias

Facebook

Como chegar

Jornal Folha da Mata

Endereço

Dr. Milton Bandeira, 160 - Sala 107 - Centro
Viçosa - MG
CEP: 36570-000

Telefone

(31) 3891-2883