MINAS

Veja o calendário de pagamento do Auxílio Emergencial Mineiro

Primeiro grupo poderá sacar a parcela única de R$ 600 na quinta-feira, 14


Publicado em: 13/10/2021 às 17:59hs

Veja o calendário de pagamento do Auxílio Emergencial Mineiro
Foto: reprodução/internet

O Governo de Minas Gerais começa a pagar, a partir do dia 14, o benefício de R$ 600 para famílias em situação de extrema pobreza. O Auxílio Emergencial Mineiro será depositado em parcela única e direcionado a cerca de 1 milhão de famílias no estado. Ao todo, serão investidos R$ 650 milhões no custeio do auxílio.

O benefício será destinado a mineiros com renda per capita de até R$ 89, conforme base de dados do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). Dessa forma, não será necessário realizar nenhum pré-cadastro ou preencher qualquer documento para receber o dinheiro. Dúvidas ou mais informações sobre o programa podem ser conferidas no site www.auxilioemergencialmineiro.mg.gov.br.

A prioridade é para quem não recebe Bolsa Família e também para as mães solteiras. Para este grupo, o dinheiro será depositado no período de 14 a 21 de outubro. Já para as famílias não prioritárias, o recurso será depositado de 22 a 29 também deste mês.

FORMA DE PAGAMENTO

O Auxílio Emergencial Mineiro será pago exclusivamente em contas-poupança digitais da Caixa Econômica Federal, a conta “Caixa Tem”. Para quem já possui, o benefício será depositado automaticamente. Para aqueles que ainda não tem esse tipo de conta na Caixa, será aberta uma conta automaticamente, que poderá ser movimentada pelo aplicativo “Caixa Tem”.

As contas correntes ou poupança convencionais que beneficiários eventualmente tenham na Caixa não serão utilizadas para crédito do benefício.

Caso o beneficiário não possua celular, poderá comparecer a uma agência da Caixa ou a uma Casa Lotérica, levando um documento de identificação com foto, para que consiga fazer o saque do Auxílio Emergencial Mineiro.

Calendário para famílias prioritárias:

calendarioFoto: Governo de MG

 

Calendário para famílias não prioritárias:

calend Foto: Governo de MG