CÂMARA

Vereadora denuncia que falta de exames em hospital contribuiu para morte de paciente acidentada

Ciclista morreu três dias depois de ter sido atendida e liberada no HSS, mas hospital afirma que fez todos os exames necessários para o diagnóstico


Publicado em: 08/07/2022 às 10:49hs

Vereadora denuncia que falta de exames em hospital contribuiu para morte de paciente acidentada

A doméstica Viviane Maria Dias, 38 anos, sofreu um acidente, no início da manhã do dia 25 de junho, sábado, quando caiu de sua bicicleta na rua Aymorés, no bairro São Sebastião, sofrendo um profundo corte na cabeça. Na ocasião, ela foi socorrida por um motorista de aplicativo e conduzida o Hospital São Sebastião, onde permaneceu das 7h20 às 21 horas, sendo medicada e liberada a seguir.  Na terça-feira seguinte, segundo familiares, ela voltou a passar mal, foi levada ao hospital, onde já chegou morta.

Na última terça-feira, durante a reunião da Câmara Municipal, a vereadora Vânja Honorina Aguiar Albino (PSD) usou da tribuna e fez uma grave denúncia sobre o precário atendimento daquela casa de saúde à paciente. Vanja disse que, mesmo com os graves e bem visíveis ferimentos, o Hospital fez apenas um raio X, receitou analgésicos para aliviar as dores e liberou a acidentada. Em casa, as dores continuaram e, na terça-feira, após um desmaio no banheiro, a paciente foi levada de novo ao hospital, mas faleceu no caminho. Preocupados em saber os reais motivos da morte, continuou Vanja, os parentes solicitaram uma autopsia que foi realizada em Ubá e constatou que Viviane morreu em decorrência de traumatismo craniano.