Jornal Folha da Mata - Viçosa / MG

Área do Usuário Assinar Cadastrar Entrar
Comandante da PM faz balanço de atividades na Câmara

O comandante da Polícia Militar de Viçosa, tenente coronel Wallace Brandão Vidal, esteve na Câmara Municipal, na noite desta terça-feira, 28, atendendo ao Requerimento 024/17, de autoria do vereador Carlitos Alves – Meio Kilo (PSDB).
O militar fez referências ao índice de criminalidade no município e falou sobre a chegada de novos policiais. O tenente coronel também enfocou a questão das festas na cidade, de permanência de menores desacompanhados em bares e similares e da necessidade de se ter na cidade o Comissariado de Menores.
Falando sobre os crimes violentos em Viçosa, tomando como base os meses de janeiro a junho, em 2016 foram registrados 236 roubos consumados contra 176 em 2017, uma diferença para menos de 25,42%. No tocante aos homicídios consumados houve um acréscimo de 54,55% no número de assassinatos em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2016 foram 11 mortes, contra 17 esse ano. Homicídios tentados foram oito em 2016 e 12 em 2017. No ano passado foram registrados três estupros de vulneráveis consumados contra apenas um em 2017. Sequestro e cárcere privado foram dois esse ano e um no ano passado. Dois crimes de extorsão aconteceram em 2016 e nenhum em 2017. No ano passado houve o registro de dois estupros consumados, esse ano nenhum. Em 2016 foi registrado um estupro tentado e nenhum nesse ano. No total foram computados 264 crimes violentos em 2016 e 208 em 2017, no mesmo período (janeiro e junho).
O comandante destacou como fato positivo o decréscimo no número de roubos consumados, mas lamentou o aumento nos casos de homicídios tentados e consumados devido, principalmente, à rivalidade entre gangues concorrentes que atuam no tráfico de drogas na cidade.
Fazendo um balanço sobre a criminalidade nas dez cidades sob a subordinação da 10ª Cia Independente da Polícia Militar, Viçosa figura como a mais violenta seguida por Coimbra, Ervália, Teixeiras, Paula Cândido, São Miguel do Anta, Araponga, Cajuri, Pedra do Anta e Canaã.
Segundo o tenente coronel, as ações da Polícia Militar estão sendo planejadas a fim de conter a violência, principalmente, os crimes contra as vidas das pessoas. Wallace Brandão falou da atuação da PM na avenida Santa Rita, há duas semanas, quando foram presas algumas pessoas por usarem a via como mictórios, dois comerciantes por venda de bebidas a menores, duas pessoas por uso de drogas e a apreensão de um menor, de apenas 14 anos de idade, que estava comercializando dez buchas de maconha ao preço de 10 reais cada.
Preocupado com a constante presença de menores envolvidos em delitos pela cidade a fora, o comandante encaminhou ofício ao Ministério Público questionando a presença de comissários de menores na cidade. Em reunião com o juiz, Omar Gilson de Moura Luz, foi sugerida a criação do Comissariado, mas a resposta do magistrado foi a de que o Tribunal de Justiça não autoriza o pagamento de salários ao comissário de menores. O juiz acrescentou que há seis anos foi aberto um edital na cidade para cadastrar voluntários para a função de comissário de menores, mas apenas uma pessoa se apresentou, uma vez que não haveria pagamento pelos serviços prestados.
A sugestão do comandante da PM foi a liberação de recursos, pela Prefeitura, para a contratação dessas pessoas e segundo ele, o juiz concordou com a ideia dizendo que se houver a participação do município liberando o recurso, ele nomearia dois ou três comissários para atuar na cidade.
O assunto ficou de ser analisado pelos vereadores, pois é preciso que o Poder Executivo envie à Câmara um projeto de lei que trate do assunto. O tenente coronel ressaltou que não se trata de um gasto financeiro, mas sim de um investimento em uma área de extrema necessidade da atenção das autoridades.

 

Autor: Folha da Mata

Leia outras notícias

Facebook

Como chegar

Jornal Folha da Mata

Endereço

Dr. Milton Bandeira, 160 - Sala 107 - Centro
Viçosa - MG
CEP: 36570-000

Telefone

(31) 3891-2883